UNIGESTOR-MG
REMUNERAÇÃO E INICIAL DOS GESTORES (POR ESTADO): BAHIA: R$6.087,00/R$13.434,00 + BENEFÍCIOS, RIO DE JANEIRO: R$5.992,00/R$12.040,00 + BENEFÍCIOS, MATO GROSSO DO SUL: R$5.343,00/R$12.219,00 + BENEFÍCIOS, PERNAMBUCO: R$5.234,00/R$10.468,00 + BENEFÍCIOS, GOIÁS: R$4.100,00/R$8785,00 + BENEFÍCIOS, ESPIRITO SANTO: R$3.994,00/R$9.474,00 + BENEFÍCIOS, SÃO PAULO: R$3.800,00/R$8.063,00 + ADICIONAIS DE PRODUTIVIDADE + BENEFÍCIOS, CEARÁ: R$3.517,00/R$17.970,00 + BENEFÍCIOS, ACRE: R$2.234,39/R$6524,00 + BENEFÍCIOS, MINAS GERAIS: R$2.083,00/R$6.200,00 + AUXILIO ALIMENTAÇÃO R$10,00/DIA

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Futuro: Copa do Mundo/Economia/Desemprego

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Pedro Fernandes

avatar
Estou tentando dar maior profundidade ao problema, envolvendo política e economia, inclusive pra termos clareza de voto.

Sugiro discutirmos não só o salário dos servidores em Minas, mas todos os motivos que colocaram Minas nessa posição.

Fabiano G.GOV

avatar
Sair de um concurso para ir para outro! Todos os Estados possuem dívidas, e um percentual do PIB de cada um é destinado ao pagamento dessa dívida (encargos + amortização). No caso de Minas Gerais pode variar, se não me engano, entre 6,5 e 12% de seu PIB. Quanto a folha de pagamentos do Estado, lembremos que Minas Gerais gasta menos do que o teto previsto na LRF (lei de responsabilidade fiscal), e se não me engano é o único Estado Brasileiro nessa situação. No final das contas são os servidores mineiros quem bancam o superavit do Estado. Ano passado tivemos quase R$400.000.000,00 de superavit em Minas!

Quanto a copa, pense pelo lado bom: haverá menos transito na Cristiano Machado e na Antônio Carlos e você se sentará em uma poltrona acolchoada quando for ver jogo no Mineirão! ahahah

Pedro Fernandes

avatar
Prezados,

Muitos investimentos para a copa do mundo (inclusive em segurança com a chegada de muitos novos policiais e aumento de seus respectivos salários)...

Somando à época eleitoral, muitos reajustes nas carreiras públicas...Estados endividados (especialmente o de Minas, 2º maior devedor (à união e cemig, principalmente) por volta de 75 bilhões (déficit zero?????????))...

Depois que passar a copa, esse turbilhão, o que acham que ocorrerá com a economia??
Aumentará o desemprego?

Levanto estas questões para possível reflexão sobre economia e desemprego dentro da chance eminente do abandono do cargo público nestas péssimas condições.

Se tiver algum economista aí...?
No

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum