UNIGESTOR-MG
REMUNERAÇÃO E INICIAL DOS GESTORES (POR ESTADO): BAHIA: R$6.087,00/R$13.434,00 + BENEFÍCIOS, RIO DE JANEIRO: R$5.992,00/R$12.040,00 + BENEFÍCIOS, MATO GROSSO DO SUL: R$5.343,00/R$12.219,00 + BENEFÍCIOS, PERNAMBUCO: R$5.234,00/R$10.468,00 + BENEFÍCIOS, GOIÁS: R$4.100,00/R$8785,00 + BENEFÍCIOS, ESPIRITO SANTO: R$3.994,00/R$9.474,00 + BENEFÍCIOS, SÃO PAULO: R$3.800,00/R$8.063,00 + ADICIONAIS DE PRODUTIVIDADE + BENEFÍCIOS, CEARÁ: R$3.517,00/R$17.970,00 + BENEFÍCIOS, ACRE: R$2.234,39/R$6524,00 + BENEFÍCIOS, MINAS GERAIS: R$2.083,00/R$6.200,00 + AUXILIO ALIMENTAÇÃO R$10,00/DIA

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Será que tudo isto foi e/ou será uma verdade ou apenas mais choque

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Fabiano G.GOV

avatar
Claro Marcio, e quando você diz "vieram" creio que esta se referindo a uns poucos colegas muito desinformados. Não há nada de impeditivo, e não creio que nossos superiores sejam tão desinformados, leigos e toscos e ponto de espalharem boatos nesse sentido. Isso é perigoso para eles próprios, pois estariam comentendo ato de assédio moral e adotando postura anti-sindical, atos passiveis de processo administrativo, cível e exoneração. Não acredito que haja esse tipo de amadorismo na administração.

Os servidores próximos da aposentadoria são em numero menor do que os nomeados a poucos anos, e os que estão mais proximos de se aposentar são aqueles que deveriam se mobilizar mais, pois aposentarão com uma mixaria. Eles, definitivamente, so tem a ganhar ao defender sua carreira.

O problema, definitivamente, é a falta de união, a complacencia extrema, a absoluta imobilidade e passividade, a inatividade e a apaticidade dos proprios gestores. Invejemos nossos colegas BAIANOS, que são infinitamente mais ativos do que os mineiros, cuja "desconfiança caracteristica" faz com que seja reforçada ainda mais nossa própria imagem - mineiros matutos, desconfiados, com roupas remendadas, chapéu de palha, mascando mato, descalço e, claro, ganhando 1/3 do que ganha o Gestor Baiano!

marcio rodrigo candido de


Pessoal,

Quando tentamos nos mobilizar aqui na SEPLAG, vieram com essa historia de que durante o estagio
probatorio nada podia, mentira, fomos atraz e não achamos nenhuma restrição legal,
e notamos que o problema dos servidores é apenas de mobilização, pois se trata de
um contigente muito velho e cansado pensando apenas em se aposentar.
Vamos a luta mesmo que sejamos poucos, não podemos recuar.

Geraldo C


Minas Gerais aspira a ser reconhecida como um Estado verdadeiramente inovador, com um grande número de projetos inovadores implementados em todas as áreas de atuação. Compreendeu-se que para o alcance de resultados legítimos e eficientes, neste âmbito, uma das ações fundamentais seria a construção da Política de Inovação na Gestão Pública do Estado de Minas Gerais, cujo objetivo é nortear o servidor público no caminho da identificação, criação, desenvolvimento e disseminação de iniciativas inovadoras, sob as perspectivas da melhoria da qualidade dos serviços prestados ao cidadão e do fortalecimento da cidadania.

Link:
http://www.choquedegestao.mg.gov.br/ckeditor_assets/attachments/468/politica_de_inovacao_na_gestao_publica_do_estado_de_minas_gerais.pdf?1366139810

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum